01.

Compendium

Compendium de práticas e ferramentas inovadoras em matéria de validação de aprendizagens não formais e informais

Saiba mais

A quem se dirige este compendium?

Este compendium pretende ser um pacote único e inovador de práticas e ferramentas de validação existentes e eficazes, garantindo que as informações aqui compiladas possam ser utilizadas por entidades prestadoras de serviços de orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências que estejam a tentar identificar práticas e ferramentas inovadoras que sejam uma ajuda para um trabalho mais eficaz.

Como é que este compendium pode ser usado?

O objetivo é apresentar aos utilizadores uma variedade de práticas e ferramentas de validação disponíveis e efetivas em matéria de validação de aprendizagens não formais e informais.
A “comunidade VNFIL” é incentivada a navegar no compendium para encontrar e selecionar abordagens que atendam às necessidades de tipos específicos de prestadores (formação profissional, educação de adultos) ou de profissionais envolvidos na VNFIL (coordenadores, TORVC, formadores, entre outros).
As diferentes práticas e ferramentas estarão disponíveis online e farão parte de uma ferramenta interativa de pesquisa.
Este compendium deve, portanto, ser considerado um “instantâneo” do atual estado da arte, que se pretende seja atualizado regularmente à medida que mais ferramentas e práticas surjam ou sejam identificadas.
O compendium pretende, também, ser uma referência para a adaptação, atualização e desenvolvimento das estratégias de VNFIL, nos diferentes países.

Compendium
02.

E-portfólio & toolkit

E-portfólio/plataforma/ferramenta de auto-avaliação e de auto-análise de competências para candidatos a certificação de competências adquiridas ao longo da vida, pela via não formal e informal

Saiba mais

E-portfólio – uma ferramenta digital para a auto-avaliação e a auto-análise

Um portfólio eletrónico (e-portfólio) disponível na Web com o objetivo de coligir evidências eletrónicas organizadas e geridas por um utilizador, visando promover e facilitar a sua auto-avaliação e auto-análise de aptidões e competências adquiridas ao longo da vida, pela via não formal e informal, antes de este prosseguir para um processo formal de VNFIL.
O e-portfólio será uma demonstração das capacidades do candidato à certificação de competências. Pode, ainda, ser utilizado como uma ferramenta de triagem para determinar se o candidato está pronto para um processo de validação completo ou como uma ferramenta de identificação das competências necessárias para prosseguir esse processo.
As evidências eletrónicas do percurso de educação, formação e trabalho do candidato poderão assumir diferentes formatos: texto, ficheiros eletrónicos, imagem, ficheiros multimédia, entradas de blogs, links e outras evidências, que devem puder ser atualizados dinamicamente pelo utilizador e ser passíveis de transferência.
Os e-portfólios, por um lado, facilitarão a reflexão dos candidatos sobre a sua própria aprendizagem, levando a uma maior consciencialização das estratégias e necessidades de aprendizagem. Por outro lado, ajudarão os profissionais envolvidos nos processos de VNFIL a reconhecer, avaliar e validar as aptidões e competências destes mesmos candidatos.

03.

Programa de Formação

Programa de formação para profissionais envolvidos em processos de orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências

Saiba mais

Programa de formação para profissionais envolvidos em processos de orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências

Estão previstos dois programas de formação distintos:

(1) Para formadores / avaliadores: contendo dicas úteis sobre como organizar formação para todos os profissionais envolvidos na VNFIL tendo em vista aumentar as suas capacidades de desenvolvimento e de implementação de atividades e serviços para melhorar o acesso à orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências.

(2) Para conselheiros de orientação: com o objetivo de aumentar as suas capacidades de fornecer orientação e informação adequada e de qualidade a candidatos a processos de reconhecimento, validação e certificação de competências.

A formação será testada internacionalmente durante uma formação para a equipa de parceiros que acontecerá em Itália, e a nível nacional junto de profissionais envolvidos em processos de orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências. Depois disso, o programa de formação será finalizado e ficará disponível para utilização e transferência.

04.

Recomendações

Recomendações para apoiar entidades prestadoras de serviços de orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências (de nível não superior)

Saiba mais

Recomendações para apoiar entidades prestadoras de serviços de orientação, reconhecimento, validação e certificação de competências (de nível não superior)

As recomendações a produzir no âmbito do projeto visam promover a qualidade e a eficiência dos sistemas de reconhecimento, validação e certificação de competências junto da Sociedade e dos decisores políticos dos diferentes países da parceria.
Tais recomendações pretendem contribuir para colmatar lacunas existentes nas estratégias nacionais de alguns países, que incluem: insuficiente apoio ao arranque do sistema e/ou baixa visibilidade do processo, um baixo envolvimento do setor voluntário, falta de ferramentas digitais e fracas ligações entre as atividades de validação nos setores público, privado e voluntário (Cedefop Inventory VNFIL 2014).
A elaboração de recomendações nacionais de estratégia visa, pois, apoiar, sistemas de reconhecimento, validação e certificação de competências eficientes e de qualidade, ajudando a criar estas ligações e promovendo a cooperação.